You are here
Curiosidades Destaque 

Castelos Abandonados: A solitária beleza do vazio

Quem nunca sonhou em morar em castelo, mas isso sempre foi um privilegio para poucos mortais. Conheça aqui alguns destes imponentes edifícios, que já tiveram épocas gloriosas, mas que agora estão totalmente abandonados…

 

 

Castelo Pidhirtsi, Ucrânia

castelo-1

Este castelo, foi construído entre 1635 e 1640, era ricamente decorado, mas durante a Primeira Guerra Mundial, os soldados russos destruíram o interior luxuoso. Mais tarde, o castelo pertenceu ao príncipe Roman Sanguszko, que removeu alguns de seus valiosos móveis em 1939 e os levou para o Brasil. Após a Segunda Guerra Mundial, os soviéticos reabriram o local como um sanatório para Tuberculose, mas em 1956, o velho castelo pegou fogo, destruindo o último resquício de sua antiga beleza.

 

Château Miranda ou Château de Noisy, Celles, Bélgica

castelo-2

O Château Miranda foi construído em 1866 por um arquiteto inglês para a família Liedekerke Beaufort. A família viveu nele até a Segunda Guerra Mundial, quando foi assumido pela Companhia Ferroviária Nacional da Bélgica. Está abandonado desde 1991, em parte porque a família se recusa a entregá-lo ao município de Celles.

 

Kasteel van Mesen, Lede, Bélgica

castelo-3

O edifício de quase 500 anos (construído em 1628) funcionou como um castelo, uma destilaria de gim, uma fábrica de tabaco e depois da Primeira Guerra Mundial, como um internato para meninas, financiado pela aristocracia belga. Em 1971, depois que a educação francesa foi banida nas regiões flamengas, a escola parou as atividades e o edifício foi abandonado. Foi demolido em 2010.

 

 

Castelo Bannerman, Ilha de Bannerman, New York

castelo-4

Um imigrante escocês, Francis Bannerman comprou a ilha em 1900 e construiu um castelo para mostrar a ascensão de seu negócio militar. Dois anos após a morte de Bannerman, em 1918, uma explosão de munição, destruiu uma pequena parte da estrutura. Em 1969, um incêndio destruiu os assoalhos e o telhado. A ilha hoje é abandonada, estando desabitada desde 1950, depois que a única balsa da ilha naufragou em uma tempestade. Em 2009, um terço da estrutura restante, entrou em colapso.

 

Castelo de Gwyrch, Abergele,  Norte de Gales

castelo-5

Os proprietários originais deste palácio do início do século XIX, foram a família Bamford Hesketh. O castelo foi passado para a herdeira Winifred, a condessa de Dundonald, uma mecenas da arte e da música galesa. Seu marido, o 12º conde de Dundonald passou a maior parte de seu tempo em sua pátria na Escócia, deixando a condessa para entreter convidados e gerenciar alegremente os terrenos por conta própria.

 

Castelo de Dundas, Roscoe, New York

castelo-6

Situado nas montanhas Catskill de Nova York, esta o Castelo Dundas. Ralph Wurts Dundas começou a construção do local em 1915. O exterior gótico de contos de fadas escondia os luxos de porcelanato, cerâmica, pisos de mármore e eletricidade que havia em muitos dos seus 36 quartos. Infelizmente, Dundas faleceu em 1921 antes da construção ser concluída. Um ano mais tarde, a esposa de Dundas foi internada em um sanatório, e sua filha mais nova, perdeu a fortuna da família. O espaço foi usado como um acampamento de crianças e uma casa de retiro maçônico nos anos seguintes. Os maçons ainda possuem a propriedade, mas o castelo atualmente esta abandonado.

 

Castelo de Muromtzevo, Sudogda, Rússia
castelo-7

A lenda do Castelo Muromtzevo remonta ao final do século XIX, quando um nobre russo colocou as habilidades de um grande arquiteto a teste. Vladimir Khrapovitsky acabara de regressar de França e ficou indignado com o fato de um francês ter declarado a Rússia um país inferior. Assim Khrapovitsky contratou o arquiteto P. S. Boitzov de Moscovo para projetar uma grande propriedade. Boitzov respondeu as expectativas criando um palácio ao estilo medieval alemão, repleto de toques franceses, estábulos para cavalos e um lago. Infelizmente para Khrapovitsky, o crescente agitação da Revolução Russa na virada do século o forçou a fugir e viver seus últimos dias na pobreza. O palácio foi usado como um colégio e um hospital nos anos seguintes. Hoje, ele está abandonado e em ruínas.

 

Fontes: IO9, The line up

 

Deixe seu Comentário

Related posts

Veja Mais Novidades





Tablóide News