You are here
Curiosidades Destaque 

3 Evidências “científicas” que você não acreditará que são ineficazes

Desde de que a ciência começou a ser usada para a elucidação de crimes, as chance de impunidade ou de um inocente pagar por um culpado caíram bastante, mas infelizmente nem tudo é perfeito como nos é apresentado em filmes e séries.

 

 

As impressões digitais não são cientificamente confiáveis

evidencias-cientificas-1

 

Ok, eu sei que no CSI disseram que não existem 2 impressões digitais iguais no mundo todo, etc e tal, e isso esta correto, realmente nunca foi identificada digitais duplas, pelo menos até o momento, e devido a esse fato temos utilizado elas em processos criminais desde o século 19. Viu não tem como o CSI estar errado certo? Bem existem divergências!

 

Explicando melhor

Suas impressões digitais podem não ser de todo únicas, e mesmo se fossem, há um grande número de variáveis que podem tornar tecnicamente, digitais diferentes em semelhantes.

Obter uma impressão digital perfeita em uma cena de crime, é algo parecido como encontrar uma baleia branca dentro de uma piscina infantil. Imagine quantas vezes os investigadores só conseguem impressões parciais, e o grande problema é que algumas digitais podem compartilhar uma certa semelhança.

Então basta um pouco de má sorte, e você estará sendo julgado por crimes que não cometeu. Principalmente se um membro da família cometer um crime, pois famílias compartilham certos padrões de impressões digitais. E para finalizar, saiba que, muitas pessoas inocentes já cumpriram anos de cadeia devido a erros de identificação de digitais.

 

 

Registros de telefone celular são basicamente inúteis

evidencias-cientificas-2

 

O rastreamento de celular é amplamente utilizado como prova. Somente em 2013, os tribunais dos Estados Unidos viram um número assustador de 37.839 intimações, mandados judiciais e ordens judiciais baseadas nele. O que é uma triste estatística, pois rastreamento de telefone celular é impreciso.

 

Explicando melhor

O celular nem sempre vai escolher a torre mais próxima, e sim vai procurar pela que tem o melhor sinal possível. As torres nem sempre têm o mesmo alcance, por isso há muita sobreposição, e como o sistema criminal usa a técnica de triangulação (ver quais torres captaram seu celular) isso indicaria uma localização errônea.

Um exemplo pratico é que você pode estar do lado de uma torre e o sinal de uma outra torre a 500 metros pode ser melhor, então seu celular conecta a ela, e se bem nesse exato momento sua mulher estiver sendo assassinada próximo a torre, então prepare-se para curtir uns bons anos de cadeia, pois segundo o seu celular você estaria na área do crime no momento.

 

 

Testemunhas peritas são tendenciosas e muitas vezes contradizem a si mesmas

evidencias-cientificas-3

 

As testemunhas peritas podem emprestar alguma autoridade profissional a uma declaração que, de outra forma, resultaria em uma longa explicação as pessoas do júri. Mas graças a Deus podemos contar com essas pessoas para dar uma opinião honesta e com base em nada mais, e nada menos, do que a boa e velha ciência, correto? Não, isso não acontece na realidade.

 

Explicando melhor

Um testemunho de um perito criminal seria perfeito para a elucidação de um crime, já que teria um embasamento correto, e sem falhas, pautado pela ciência, é maravilhoso não? Mas isso é praticamente inexistente no sistema legal.

É comum tanto a defesa quanto a acusação chamarem seus próprios peritos sobre um assunto, e é igualmente comum eles darem opiniões contraditórias, pois cada um tem seu interesse e vai interpretar a evidencia como lhe convém, o que ao invés de aliviar a pressão do júri, apenas aumenta mais ainda as duvidas.

Na verdade, os tribunais até esperam que isso aconteça. Tanto que o sistema jurídico dos EUA permite que um juiz traga um terceiro perito apenas para escolher entre os peritos dos lados opostos.

 

Fonte: CracKed

 

Deixe seu Comentário

Related posts

Veja Mais Novidades





Tablóide News